PROYECTO CAPITAL - Fundación Capital
20292
page-template-default,page,page-id-20292,page-child,parent-pageid-20148,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-13.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

PROYECTO CAPITAL

Proyecto Capital é uma iniciativa em vários países de trabalho visando à inclusão financeira de milhões de pessoas, com foco especial na inovação em relação a transferências condicionadas de renda (TCR) e outros sistemas de proteção social. Atualmente ativo em 12 países, o Proyecto Capital trabalha em conjunto com governos, agências de cooperação, órgãos regulatórios, instituições financeiras e outros parceiros dos setores público e provado, a fim de promover, conceber e dar apoio à implementação de políticas e programas que conectem inclusão financeira a sistemas de proteção social. Juntas, essas atividades ajudam a milhões de pessoas anteriormente excluídas a não apenas acessar o sistema financeiro formal, mas fazê-lo de forma apropriada e sustentável que as ajude a construir um futuro em seus próprios termos.

 

Em relação a TCRs, esse trabalho assumiu a forma de ajuda a governos e instituições que efetuam pagamentos de TCRs via contas de poupança ou carteiras móveis, ligadas a instituições financeiras reguladas. Isso exige não apenas trabalhar com os governos para criar e adaptar políticas, mas também com sistemas financeiros para desenvolver e promover produtos de fintech e bancários móveis acessíveis a receptores de TCRs, com o uso eficaz desses produtos pelos próprios participantes do programa. Eles se beneficiam de uma maior segurança e facilidade para poupar, ao mesmo tempo em que os governos podem contar com sistemas mais seguros, transparentes e eficientes e as instituições financeiras encontram formas de alcançar uma nova base de clientes.

 

Por dez anos, o Proyecto Capital vem ajudando que a inclusão financeira e a construção de capacidades se tornem políticas públicas, por meio de seu apoio a governos no desenvolvimento de estruturas regulatórias, concepção e direção de programas inovadores. Além disso, esse trabalho reúne parceiros de todos os setores com o objetivo de entender e atender às necessidades das populações mais vulneráveis.

 

Países de implementação: Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Paraguai, Peru.

 

Datas importantes:
2008 – Colômbia (Más Familias en Acción); Peru
2009 – Chile
2011 – Bolívia; Equador; Paraguai
2012 – Brasil; El Salvador; Guatemala; República Dominicana
2013 – Colômbia (Víctimas)
2014 – Honduras
2015 – México
2016 – (atividades iniciais em) Haiti; Argentina; Costa Rica; Uruguai

 

Objetivos:

  • Desenvolvimento de políticas públicas. Apoio técnico para a concepção, implementação, monitoramento e avaliação de políticas públicas para inclusão financeira de pessoas vivendo na pobreza, com atenção especial para o desenvolvimento de Estratégias Nacionais de Inclusão Financeira (ENIF); estruturas de políticas que promovam inclusão financeira dentro de sistemas e regulamentações de proteção social que facilitem o acesso a serviços financeiros para populações de baixa renda.
  • Estimulação da demanda. Desenvolvimento de capacidades financeiras de populações vulneráveis, possibilitando uma tomada de decisão autônoma e embasada.
  • Melhoria de produtos disponíveis. Aconselhamento e criação de produtos financeiros que atendam às necessidades da população e de mecanismos que ajudem a monitorar a qualidade do atendimento aos clientes.
  • Gestão do conhecimento e troca de experiências entre decisões de políticas regionais e/ou instituições regulatórias ou financeiras.

 

Metodologia:
  • Cocriação com governos, setor privado e usuários finais de políticas, ferramentas e produtos que fomentem poupanças e capacidades financeiras para participantes de programas de transferências condicionadas de renda.

 

Results:
O Proyecto Capital é reconhecido na América Latina e no Caribe como líder em educação e inclusão financeiras, inclusive para pessoas na base da pirâmide. A seguir, constam estatísticas relacionadas ao escopo do PK na região:
  • 21 acordos de cooperação assinados com governos e programas de proteção social na América Latina e no Caribe.
  • 17 acordos de cooperação assinados com instituições financeiras reguladas.
    Mais de 12 milhões de participantes de TCRs recebem transferências em contas poupança ou carteiras móveis.
  • 1,8 milhão de pessoas fortaleceram suas capacidades financeiras por meio de educação financeira presencial e à distância, mídias de massa como rádio e vídeo, grupos de poupança locais e outros métodos alternativos como produções teatrais.

 

Parceiros-chave:  IDRC, Ford Foundation, Citi Foundation, Banco Interamericano de Desenvolvimento, governos na região.

 

Phase: Scaling up