GRADUAÇÃO - Fundación Capital
20283
page-template-default,page,page-id-20283,page-child,parent-pageid-20148,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-13.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

GRADUAÇÃO

Você sabia que ainda há 702 milhões de pessoas vivendo na extrema pobreza no mundo todo?
(Relatório de Monitoramento Global do Banco Mundial e FMI de 2015).


Várias iniciativas visam ao crescimento dos ativos de pessoas vivendo na extrema pobreza, principalmente em termos de renda. Um dos programas que se mostrou mais eficaz para a construção de capacidades produtivas e sociais e para colocar as famílias em um caminho de desenvolvimento retirando-as da extrema pobreza é o programa Graduação.

 

O QUE É GRADUAÇÃO?

O programa Graduação foi inicialmente projetado e implementado pelo BRAC em Bangladesh. Após anos de testes, aperfeiçoamento e adaptação do modelo, o programa começou a se expandir no mundo todo. Atualmente, cerca de 60 programas Graduation estão em curso em quase 40 países.

Graduação foi definido de diferentes formas, mas, para a Fundación Capital, ele significa o fortalecimento de ativos produtivos, financeiros, humanos e sociais de pessoas em extrema pobreza, de forma que elas possam se tornar autossuficientes, construir as capacidades necessárias para enfrentar a adversidade (resiliência) e se manter em uma trajetória rumo ao desenvolvimento autônomo. Com frequência, isso ocorre ao mesmo tempo em que as pessoas atravessam a linha da extrema pobreza multidimensional com base na renda, estipulada pelo governo de seu país, mas nem sempre.

 

Os cinco componentes básicos da estratégia Graduação são:

  • Apoio à compra: pequenos valores monetários são dados aos participantes do programa para fornecer-lhes segurança alimentar e reduzir o estresse da vida diária.
  • Fomento à poupança: os participantes são estimulados a poupar, de preferência por meio de instituições financeiras formais, a fim de garantir que suas poupanças fiquem seguras e permitam-lhes construir seus ativos.
  • Transferências de ativos: seu objetivo é fortalecer as atividades produtivas dos participantes.
  • Treinamento em negócios, finanças e capacidades para a vida: são feitas visitas às casas dos participantes, onde eles recebem orientação profissional em relação a ideias para negócios e apoio em outras áreas, como habilidades empreendedoras básicas, letramento financeiro e desenvolvimento pessoal.
  • Apoio técnico: isso ajuda os participantes a gerirem seus negócios.

Os programas Graduação se mostraram tão eficazes que influenciaram políticas públicas, principalmente no âmbito de sistemas de proteção social visando à criação de redes de proteção para os cidadãos mais vulneráveis vivendo nas condições mais pobres. Há um interesse crescente na incorporação do componente produtivo em redes de segurança social na construção de habilidades e conhecimento, desenvolvendo meios sustentáveis de subsistência e aumentando a resiliência.

 

O QUE TORNA A GRADUAÇÃO ABORDAGEM EFICAZ?

A abordagem Graduation é reconhecida como um dos métodos mais eficazes de retirada de pessoas da extrema pobreza de uma vez por todas. Segundo Esther Duflo, professora do MIT e diretora do J-PAL: “Em todo o mundo, tem sido considerado um dos programas antipobreza mais exitosos em termos de aumento de consumo, segurança alimentar, dignidade e sentido de pertencimento”.

Alguns resultados centrais dessa abordagem:

  • Impacto econômico amplo e duradouro
  • Aumento de renda (+37,5%)
  • Aumento de poupança (+97,5%)
  • Aumento do consumo de alimentos (+7,5%)
  • Melhoria do bem-estar psicológico em termos de saúde e felicidade
  • Eficácia em muitos contextos diferentes e com diferentes parceiros implementadores
  • Relação custo-benefício favorável

 

EXPERIÊNCIA DA FUNDACIÓN CAPITAL COM A ABORDAGEM GRADUATION

O objetivo da Fundación Capital é transformar o modelo Graduation em um programa massivo para redução da extrema pobreza. Com o apoio da Fundação Ford e o International Development Research Centre (IDRC) no Canadá, desde 2011, a Fundación Capital vem trabalhando com governos na América Latina, Caribe e África para se adaptar às exigências de políticas públicas. Mantendo os componentes principais, a Fundación Capital introduziu elementos inovadores ao modelo tradicional, incluindo transferências de renda em lugar de benefícios em espécie, TCRs como parte de um sistema de treinamento usando tablets e um curso online para treinadores.

 

A incorporação bem-sucedida da abordagem Graduation em políticas públicas na América Latina chamou a atenção de várias nações africanas. Em consequência, em 2016, a Fundación Capital começou a trabalhar com o programa de proteção social da Tanzânia liderado pelo TASAF e financiado pelo Irish Aid. A Fundación Capital assinou acordos de cooperação técnica para concepção e implementação de projetos Graduation com os governos da Colômbia (Prosperidade Social e a Unidade para Atenção e Reparação Integral às Vítimas), Paraguai (Secretaria Técnica de Planejamento), Honduras (Subsecretaria de Inclusão Social e Banco Interamericano de Desenvolvimento), México (PROSPERA) e Tanzânia (Fundo de Ação Social da Tanzânia). A possibilidade de se firmar acordos de cooperação semelhantes com outros países está sendo explorada atualmente.

 

Desde que a Fundación Capital projetou e iniciou a implementação desse programa em 2011, mais de 28.500 famílias participaram da iniciativa Graduation. Isso inclui mais de 14.100 famílias na Colômbia, 13.000 no Paraguai, 400 no México e 840 em Honduras. A iniciativa alcançou um total de 145.000 pessoas nesses países até hoje. Em resultado do compromisso e da capacidade da Fundación Capital de garantir que essa abordagem continue a crescer, os governos nacionais excederam as contribuições de doadores, investindo aproximadamente US$26 milhões em programas Graduation liderados pela Fundación Capital na América Latina e no Caribe.

 

Até o final de 2019, a Fundación Capital espera que governos nacionais aliados invistam mais de US$70 milhões para implementar programas Graduation e alcançar cerca de 75.000 famílias (cerca de 400.000 pessoas).

5 países
28.500 famílias diretamente impactadas
145.000 pessoas impactadas
US$26 milhões investidos por governos aliados

 

PLATAFORMA DE AVALIAÇÃO

A Fundación Capital foca na aprendizagem e na melhoria contínua e por isso se uniu com a Fundação Ford e o IDRC no Canadá para criar uma Plataforma de Avaliação, Pesquisa e Aprendizagem para seus programas na América Latina e no Caribe. A plataforma é coordenada pela Universidade dos Andes, na Colômbia. Foram projetadas metodologias de avaliação para a Colômbia, o México e o Paraguai, onde estudos de diagnósticos também já foram realizados. A plataforma também concebeu um teste de avaliação de impacto (teste aleatório controlado) para avaliar o projeto em Honduras. O objetivo da plataforma é produzir estudos comparativos para estimular a divulgação e a troca de conhecimentos. O foco em gênero é uma área em que o projeto é especialmente importante.

 

Além disso, a Fundación Capital usa avaliação de conceitos e necessidades para conceber todos os seus programas. Essas avaliações foram fundamentais para adaptar a abordagem Graduation para cada país, levando em consideração necessidades locais. Elas geram o conhecimento necessário para adaptar materiais de treinamento e ferramentas para cada país em termos de linguagem, conteúdo, ilustrações, canais de distribuição e atividades de grupo. Avaliações qualitativas também ajudaram a Fundación Capital a continuar a atualizar e melhorar o programa.